Postado por Leo Mesquita on quarta-feira, outubro 24, 2012

Em função dos meus anos de vida e das minhas experiências recentes no ramo esportivo, atualmente concordo com a afirmação de que nossa capacidade é muito maior do que qualquer desafio que enfrentamos.
A partir do momento que realmente desejamos algo, mesmo que tenhamos de nos empenhar com todas as  nossas forças, iremos mais cedo ou mais tarde conquistar o que objetivamos. Isto é certo.
Obviamente razões existem para que o fracasso venha a ocorrer. Mas mesmo isto precisa ser avaliado como uma situação positiva. Caso a derrota seja olhada de maneira positiva é neste momento que realinhamos as velas e traçamos novas rotas. 
A resiliência é a capacidade concreta do ser humano de retornar ao seu melhor estado após superar, ou ser superado, por uma situação crítica. Resiliência significa a capacidade  humana  de superar tudo, tirando proveito dos sofrimentos, inerentes às dificuldades enfrentadas no dia a dia em todos os aspectos de nossas vidas: saúde, finanças, atividade profissional, relação familiar são exemplos.
Entrei num momento profissional de alto nível de cobrança. O estresse atingiu o pico do ano. As horas diárias de trabalho já batem numa média superior as 12 horas diárias, incluindo feriados e finais de semana. Tenho trabalhado inclusive enquanto durmo. 
Com isto minha performance esportiva caiu vertiginosamente. Hoje pela primeira vez  no ano não conclui um treino programado. Quebrei feio. Parece que injetaram veneno em minha veia e tudo se tornou extremamente difícil. As pernas pesam feito chumbo. 
Chegou a hora de respeitar o meu limite. Respeitar o meu biorritmo. Sou um ser humano, falível!

2 comentários:

Fábio disse...

Léo a vida é feita de altos e baixos, quer na esfera profissional, familiar e até mesmo naquilo que nos da prazer, no caso a corrida... Se no momento não está dando para treinar como vc deseja, treine um pouco menos... e quando as coisas derem uma acalmada no trabalho, tu volta com força total... Até porque vc não precisa provar nada para ninguèm... TU É FERA CARA !!!!

Aline Costa disse...

Confie na sua capacidade de resiliência e dê um tempo para teu corpo descansar. Quando a situação no trabalho melhorar e você voltar a treinar, muito rápido você vai alcançar sua melhor performance. Força!!!

Search