Postado por Leo Mesquita on quarta-feira, abril 04, 2012
Marcadores: ,

Depois de várias semanas pegando pesado desde o início do ano, devido a uma série de fatores, esta semana tem sido mais leve. Pelo menos tirei da programação todas as atividades em academia e estou apenas correndo. 
Acho que esta quebra de ritmo ao longo da preparação é muito salutar. Além de favorecer a recuperação do nosso corpo de diversas maneiras, nos remete também ao que verdadeiramente somos. A vida de atleta é algo que corre paralelo ao nosso dia a dia. É importante, é agradável, mas não é a prioridade número 1. Não somos, ou sou, atleta profissional, sou um profissional atleta!
Um dos grandes fatores que atuam na perda de rendimento de atletas é o chamado overtraining. Ele se manifesta de diversas maneiras e identificá-lo é fundamental e ao mesmo tempo muito difícil. Na maioria das vezes o atleta não se dá por vencido e tenta superar tudo. Cansaço é coisa para os fracos! Os primeiros sintomas do overtraining são: perda de apetite e peso, insonia, irritabilidade excessiva, depressão, agressividade, pequenas lesões e dores localizadas. Quando um destes alertas soam é melhor dar um tempo ao tempo!
Bons treinos, boa recuperação, e muito descanso a todos! Descanso também é treino!

2 comentários:

Fábio disse...

Legal Léo ! por conta desta mania de acharmos que descanso é perda de tempo é que nos lesionamos com frequeência...

Abs

Fábio
www.42afrente@blogspot.com

Helena - Floripa/SC disse...

Leonardo,

Excelente o seu post. Adorei o termo "profissional atleta". Faz algum tempo que venho me questionando sobre a necessidade de ter o registro do tempo nas corridas. Claro que é muito bacana ter um acompanhamento, mas sem a cobrança auto-imposta de superação a cada desafio. Acho que quando iniciamos esta busca desenfreada por números acabamos esquecendo a essência da corrida.
Abraços,

Helena C Vidal
Correndo de bem com a vida
helenacvidal.blogspot.com

Search