Postado por Leo Mesquita on quarta-feira, fevereiro 22, 2012

O treino Fartlek ensina ao corredor como lidar com diversas velocidades ao longo de uma prova. Este treino também conhecido como intervalado é na verdade a forma mais natural de correr. Caso você esteja planejando correr em um local com topografia variada, certamente seu ritmo de corrida irá tornar-se mais lento nas partes de subida, um pouco mais rápido nas partes planas e será possível obter a maior velocidade durante as partes em descida do trajeto. Porém é possível estruturar melhor esta variação de ritmo e obter o máximo do treinamento.
O atleta tcheco Emil Zatopek foi um dos grandes responsáveis por popularizar esta forma de treinamento. Segundo Zatopek a grande vantagem era que o corpo aprendia a descansar em atividade. Não foram poucos os treinamentos que levaram Zatopek ao colapso completo, ele treinava realmente no limite. E a variação de ritmos também era uma estratégia usada por ele para vencer provas.
Eu sou um fanático pelo Fartlek. Gosto mesmo quando este treino aparece em minha planilha. Tenho certeza que é executando esta modalidade de treinamento à perfeição que estarei me aproximando da minha meta para o primeiro semestre.
Sucintamente, o treinamento intervalado é estruturado para ser executado em dois momentos, um de alta intensidade e outro de recuperação. O momento de descanso pode ser um trote leve, uma caminhada ou até mesmo um repouso estático, interrompido por limite de tempo ou quando a frequência cardíaca atingir um ponto específico. O período de alta intensidade pode ser tão curto quanto um tiro de 50 m em velocidade máxima ou longo como um tiro de 1000 m percorrido em velocidade igual à desejada para uma prova futura. É um treino exaustante que precisa ser planejado com muito cuidado. Mas as vantagens são enormes quando a execução é feita como desejado.
Não vejo a hora de fazer o próximo treino intervalado! E na semana que vem tenho dois para fazer!

2 comentários:

Sergio Rocha disse...

Momento cultural:
Sabias que muitos atletas brasileiros não entendiam o que o técnico falava e achavam que o ele tinha falado "Forte-leve", o que dá basicamente a fórmula do Fartlek?
Fim do momento cultural

Leo Mesquita disse...

Olha ai...passagem do ilustre Sergio Rocha da Revista Contra Relógio por este humilde blog hoje! Forte abraço!

Search