Postado por Leo Mesquita on segunda-feira, novembro 26, 2012
Marcadores: , ,

Um tema espinhoso, tenho certeza. A pequena discussão foi iniciada ontem no Twitter quase ao final do campeonato mundial de Fórmula 1. É muito emocio-nante, mas tenho assistido muito pouco. Na verdade tenho gastado muito pouco tempo em frente à TV. Mas não deixei de assistir a última etapa do campeonato. Interlagos é sempre empolgante por causa principalmente da imprevisibilidade da condição climática. Ainda mais que ocorreria ali uma decisão de campeonato mundial.
A minha opinião é: Fórmula 1 não é esporte. Tá certo que os pilotos precisam ter um preparo físico adequado. Mas o que realmente dá a vitória é o carro e a habilidade do piloto na condução do veículo. A condição esportiva do piloto não vai garantir a vitória. Assim também considero o rally, motociclismo, fórmula Truck, kart, competições náuticas a motor e até mesmo movidas a vela e vento. 
Mas e o ciclismo? Sim, é esporte. Também muito influenciado pelo equipamento, mas a força e treinabilidade do atleta decidem totalmente a competição. E também considero esporte tudo aquilo que é decidido pelo uso do corpo humano. Sumô é esporte. Mesmo que o competidor não tenha um físico característico de um esportista, mas a vitória é decidida apenas pelo uso do corpo humano.
Hipismo merece um destaque. Hipismo é esporte, mas neste caso o atleta é o cavalo. O cavaleiro é apenas uma carga a mais para a atividade esportiva do cavalo.
Existem outras atividades que considero competição e não esporte. Sinuca e boliche, por exemplo. Jogar baralho, tiro ao alvo, arco e flecha. Alguns até mesmo são competições olímpicas, mas na minha opinião não são esporte. É competição, pura e simples.
Respeito toda e qualquer opinião diferente da minha. Quis aqui apenas estender um pouco o assunto iniciado ontem.
Bons treinos a todos, seja para pratica de esporte, competições diversas ou simples entretenimento.

4 comentários:

Ernani Souza disse...

Concordo plenamente com você.

Aline Costa disse...

Eu não concordo, mas compreendo o que você quis dizer. Acho que ao considerar o ciclismo como esporte e a F1 não, você minimiza demais a importância do piloto.

Leo Mesquita disse...

Aline, não minimizo a importância do piloto de um carro de Fórmula 1 enquanto motorista, minimizo a sua capacidade atlética como fator decisivo para a vitória. O piloto de Fórmula 1 precisa de um bom carro e um bom contrato para vencer uma prova ou o campeonato. Abraços!

Fábio disse...

Léo também não considero estas modalidades como esporte, mas os pilotos tem que ter um excelente preparo físico para dirigir estes carros... veja a história do Ayrton Senna por exemplo...


Fábio

Search