Postado por Leo Mesquita on quarta-feira, novembro 02, 2011
Marcadores: ,

Tem conserto!
Senta que lá vem história.
Antes mesmo de ter confirmado a fratura por estresse na tíbia direita já havia identificado uma possível causa para o excesso de carga que sempre dirigi para a perna direita. Havia em mim um desnível pélvico que fazia com que eu jogasse boa parte do meu peso corporal para o meu lado direito durante o  movimento da corrida. Isso fez com que eu tivesse inicialmente uma periostite na tíbia direita e um ano mais tarde uma fratura por estresse.
Quando foi detectado este desalinhamento pélvico iniciei trabalho específico para realinhá-la. O desalinhamento foi recuperado. Agora estou numa nova situação. Alguns grupos musculares estão sendo exigidos neste momento de uma maneira nova para mim. O meu sistema músculo-esquelético não é o mesmo de antes. 
Ontem fiz uma avaliação fisioterápica completa e começo um tratamento amanhã mesmo. A programação é fazer a fisioterapia durante todo o mês de novembro e retomar os treinos de corrida a partir do zero em dezembro.
Vai dar certo!

3 comentários:

Fábio disse...

Vai dar certo sim!!! Estou na torcida por vc!

Abs

Fábio
www.42afrente@blogspot.com

CORRENDO QUE ME ENTENDO disse...

Entra na fisioterapia vc esta ph no assunto !!! Melhoras e boa sorte !!

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
--ooO--(_)--Ooo--
Meu amigo Léo que coisa triste, mais tenha paciencia e se cuide, estarei torcendo pela sua recuperação amigo. Melhoras aeee...

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Search