Postado por Leo Mesquita on domingo, novembro 20, 2011

Todos nós precisamos de um propósito para viver. Na visão da psicologia, bem diferente do que prega a auto ajuda, realizar os nossos propósitos não é fácil, muito pelo contrário, é exaustivamente difícil. Sabendo disto Buda já havia dito: "Toda conquista é transitória, esforçai-vos com persistência."
Tenho passado nestes últimos dias o maior período de provação do meu propósito de volta a correr, alternando momentos de otimismo com a volta da dor no joelho. A busca por informações na internet me orientam e trazem o conhecimento necessário para superar o momento. A dor femuropatelar, síndrome femuropatelar, condromalácia patelar, ou qualquer outro nome que venha identificar o que venho sentindo neste momento, é indicada para ser tratada com fisioterapia e reforço muscular dos membros inferiores. E assim tenho feito: fisioterapia, musculação e caminhadas diárias de 30 minutos. As caminhadas tem muito mais o objetivo de acompanhar a evolução do quadro do que realmente tratar a dor. 
Não sei se a luta será em vão, se volto a correr dentro de 3 semanas ou apenas no ano que vem. Seguirei a batalha. Me esforçarei com persistência na busca do meu propósito. Espero conquistar o objetivo, tomara que seja breve!

3 comentários:

Corredora Feliz disse...

Força guerreiro, a sua vontade de superar também é um tratamento, voce mesmo afirma em seu post. melhoras e volte logo. Abraços

André Gonçalves disse...

Léo,
A Runners de outubro (edição 36) tem uma matéria muito interessante que pode lhe ser útil. Procure por CONSERTO EM DÓI MAIOR.
Eu estava desenvolvendo um problema no quadril e descobri que a forma como eu estava aterrissando depois da passada era a causa.
Espero que encontres luz no fim do túnel.
André
http://andreeotenis.blogspot.com

CORRENDO QUE ME ENTENDO disse...

Vamos lá rapaz continuo na torcida , vai melhorar SIM , confiança!!!!

Search