Postado por Leo Mesquita on terça-feira, abril 05, 2011


Nem tudo na corrida de rua é festa. Infelizmente algumas pessoas se julgando mais espertas do que outras insistem em manchar a organização dos eventos. Algumas práticas são simples, outras são verdadeiros casos de polícia. Só a informação e divulgação do que ocorre com certa freqüência é capaz de eliminar ou reduzir as ocorrências.

Pipoca:
É o atleta que corre sem inscrição. Vai pra corrida pra acompanhar alguém, vai de brincadeira, mas frauda a prova. É um crive brando. Mas não deixa de ser crime. Neste caso o atleta reza 3 pai nosso e 3 ave maria e está livre do crime. 

Troca de chip:
Dois atletas do mesmo sexo fazem a inscrição normalmente. Na hora de participarem da corrida a troca do chip ocorre, um corre com o chip do outro. Um atleta mais lento acaba tirando proveito da performance mais elevada do outro atleta. Este fato pode ser agravado quando a pratica sofre alguns "ajustes".

Troca de chip II:
A pratica é a mesma. A troca de chip entre dois atletas, porém com um pertencendo a uma faixa etária e outro em outra faixa etária. O objetivo é faturar alguma premiação por faixa etária. Nesta caso já acho que é crime. Pode chamar a polícia!

Troca de chip III:
Nesta nova modalidade é crime inafiançavel. É prisão na hora. A troca de chip ocorre entre atletas de sexo diferente. Este caso frequentemente gera problemas quando a atleta beneficiada acaba pegando colocação com direito a pódium. Pode ter certeza. Isto ocorre!!!

Inscrição em faixa etária fraudada:
Neste caso o crime é cometido no momento da inscrição. O atleta simplesmente adiciona alguns aninhos a sua idade de tal forma que competirá em faixa etária acima da que realmente deveria. O objetivo mais uma vez é pegar alguma premiação por faixa etária. Parte-se do princípio que nas faixas etárias superiores a performance é inferior. Esta modalidade de crime pode ser agravada, e muito!

Inscrição em faixa etária fraudada II:
O crime é o mesmo. Mas neste caso o objetivo é fazer a inscrição com o desconto oferecido para atletas com mais de 60 anos, normalmente de 50%. Alguns espertinhos fazem a inscrição fraudando a sua idade só pra pegar o tal desconto. Senhores e senhoras...sinceramente...isso é crime digno de paredão de fuzilamento! Falsidade ideológica da pior espécie. Se ocorrer ainda com a intenção de premiação na faixa etária, meus Deus, nem sei o que pensar!

Amigos e amigas, só a informação para eliminar estes tipos de práticas nos eventos. Não dá pra ficar só reclamando dos erros dos organizadores. Precisamos fazer a nossa parte.
Bons treinos a todos!

8 comentários:

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Léo esse negócio do corredor correr como Pipoca deve-se ao fato das inscriçoes ter aumentado muito e daí já viu né quanto ao fato da troca de chip isso tem acontecido muito, mas a organizacao na hora de premiar deveria pedir identidade a todos no pódio para confirmar.

Valeuuu amigo bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

satrijoe disse...

Bom post Leo.

Gostei da penitência aos pipocas! rs

É triste ver que em uma prática esportiva onde a gente acha que todo mundo é do bem, e me aparecem essas pessoas que agem de má fé.

Por causa desses e de outros é que vem regras e mais regras em cima da gente...

Não sei como esse pessoal consegue deitar com a consciência tranquila.

Abs,
Shigueo

Sergio disse...

eu acho a questão da pipoca deplorável sob todos os aspectos. Se a inscrição é cara, é só escolher outra prova mais barata ou não participar de provas. Isso tudo é culpa da nossa cultura, infelizmente...
abraço,
Sergio
corredorfeliz.blogspot.com

Alessandro S Silva disse...

Essa falta de ética não combina com o esporte. Queremos superar nossas metas pessoais ou correr por prazer apenas, mas tudo dentro da integridade.

Boas Corridas!!

Alessandro
http://blog42195.blogspot.com/

CORRIDA SEM LIMITES disse...

No nosso entendimento correr de pipoca não chega ser caso de "policia".Quem corre de pipoca muitas vezes está sem dinheiro ou priorizando outra corrida, não estará sem beneficiando ou se apropriando de nada, não terá kit, não terá medalha e estará somente usando o espaço (rua, avenida, parque et...) que é público....
Excelente Post
Abçs e Bons treinos.

Dart Araújo disse...

Leo sou a favor do corredor de pipoca afinal as inscrições em Salvador estão altissimas, chegam a R$85, 95 reais corridas de 10km. Uma coisa é uma meia maratona, outra coisa 10km
Mas esta coisa de trocar chip já sou contra, para faturar pódio muito menos...ai já acho que é crime e não concordo.

Leo Mesquita disse...

Agradeço a todos pela participação. Acredito que o debate é sempre válido. Boas corridas a todos!

adenor@yahoo.com disse...

Pagar os absurdos preços praticados atualmente é que é um crime, digo, são vários crimes, o primeiro contra um o esporte do povo que é a corrida de rua (a Carmem de Sobradinho/DF campeã da São Silvestre corria descalça), o segundo contra o corredor que pagou a usura, o terceiro contra o corredor que deixou de correr por vergonha de não ter pago. O único que se salva nessa estória é o corredor da pipoca, um herói, um santo, uma boa e honesta pessoa (mas sem medalha).

Search